quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Suspeitos de balear torcedor do Vitória, membros de organizada são soltos em Salvador



No último dia 10 deste mês, um torcedor do Vitória sofreu uma tentativa de homicídio ao ser baleado na Avenida Gal Costa, em Salvador, após deixar o Barradão. A autoria foi atribuída a integrantes da torcida do Bahia, a Bamor, que foram detidos por policiais militares no mesmo dia, na sede da organizada, nos Barris.
Com os acusados foi encontrado um revólver calibre 38, que teria sido utilizado no crime. Menos de 20 dias após a prisão, os suspeitos tiveram a prisão relaxada e vão responder em liberdade pela acusação. Em contato com a reportagem do Bocão News, o advogado dos integrantes da torcida organizada detalhou a decisão da Justiça.
"A prisão foi relaxada pelo excesso do prazo. A juíza decretou a prisão temporária por 30 dias, prorrogávies por mais 30, só que o crime que foi tipificado para os acusados foi de homicídio simples tentado e esse crime não está presente no rol de crimes hediondos. Então, a prisão temporária deles só poderia ser de cinco dias, prorrogáveis no máximo por mais cinco dias. Só que infelizmente, a autoridade judiciária do núcleo achou por bem decretar por 30 dias".
Com isso, Marcus Rodrigues explicou que deu entrada no relaxamento da prisão, que foi acatado pelo Judiciário. "A gente adentrou com o relaxamento da prisão temporária, uma vez que essa já se encontrava ilegal, mesmo porque, se ela fosse prorrogada, teria que ser por dez dias. Como o caso aconteceu no dia 12, ela já está além do prazo, e com isso, a juíza relaxou a prisão de todos os seis acusados".
De acordo com o defensor, a partir de agora, os suspeitos aguardam a finalização do inquérito em liberdade. "Agora vamos aguardar que o inquérito seja finalizado, que assim que finalizado vai ser remetido ao Ministério Público, que por vez vai ou não oferecer a denúncia, e a partir daí começa toda fase estrutória de audiências, para que ao final o juiz venha decidir se eles vão ser condenados ou não ao fato que está sendo imputado nesse momento", explicou.
Inforsaj

tags

0 comentários:

Postar um comentário