sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

SIMÕES FILHO: Djalma Cigano fala sobre o sequestro do seu filho; ‘Não desejo isso para ninguém’



O sequestro relâmpago de um jovem identificado como Igor, 19 anos, filho do conhecido Djalma Cigano, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS), marcou o último dia do mês de novembro – quinta-feira (30/11).
Por volta das 14h. o jovem foi abordado por três homens encapuzados que aguardavam em um carro modelo corsa, azul marinho, em frente a Academia Life, próximo ao Hospital Municipal. Os criminosos renderam o rapaz a força e o obrigaram a entrar no veículo.
Desesperados, familiares e amigos começaram a ligar um para o outro e, imediatamente, as Polícias Civil e Militar foram acionadas. As buscas pelo rapaz sequestrado aconteceu em toda região metropolitana.
No final da tarde, a vítima foi encontrada em uma localidade conhecida como Caípe, em Madre de Deus, cidade que fica a 26 km de distância de Simões Filho.
Djalma Cigano disse que estava próximo de casa quando recebeu a noticia sobre o sequestro do filho. Foto: Alex Passos
SOFRIMENTO
Djalma Cigano relatou que estava próximo de casa quando recebeu a noticia sobre o sequestro de seu filho. “Eu estava no centro da cidade, há 500 metros de minha casa, conversando com os amigos, quando minha família me ligou desesperada e chorando”, disse.
“Não desejo isso para ninguém. Não desejo isso nem para um inimigo – que eu não tenho – principalmente, para um amigo. Peço a Deus que não aconteça isso com nenhum pai de família, pois não tem coração que aguente. O homem que tem sua família em casa e ver seu filho ser levado, sem saber por quem, é muito difícil”, desabafou.
Cigano ainda narrou que os criminosos chegaram a comprar um chip, que supostamente, seria utilizado para entrar em contato com a família do jovem. “Não chegaram a me ligar. Chegaram a comprar um chip e cadastraram no CPF do meu filho, mas não me ligaram, não deu tempo. Deus agiu primeiro”, conta

ALÍVIO

Por volta das 17h, Djalma recebeu uma ligação e ouviu a voz do filho. “Foi uma imensa alegria quando recebi a ligação. No primeiro momento pensei que fosse um trote, mas foi um sargento que trabalha na região metropolitana que encontrou meu filho na pista e o conduziu até a Delegacia. Graças a Deus a angustia passou”.

Bastante emocionado, Djalma Cigano fez questão de agradecer o apoio de todos. “Graça de Deus ocorreu tudo bem, não precisamos pagar o resgate, os sequestradores libertaram meu filho. Agradeço a Deus, a população, aos amigos, a Polícia Militar, a Rondesp, e o comandante da 22ª CIPM. Meu filho está bem, está em casa. Estamos todos bem”, agradeceu.
Aratu Online



  

tags

0 comentários:

Postar um comentário