terça-feira, outubro 31, 2023

Velório de mulher é interrompido e corpo é removido para o DPT

Um fato inusitado chamou a atenção dos moradores da cidade de Irará, que fica a cerca de 50 km de Feira de Santana, quando o velório de Marilene Carla Martins dos Santos, de 53 anos, precisou ser interrompido pela equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT).
Segundo a Polícia Civil, ela morreu no sábado (28) no hospital municipal daquela cidade, e o filho registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Territorial de Irará, onde alegou que a mãe dele saiu com o namorado e que depois ficou sabendo que ela deu entrada na unidade hospitalar onde tinha morrido. 
Ele disse também que o médico atestou a causa da morte como acidente vascular cerebral. Kauã Martins foi à delegacia depois que viu o corpo da mãe, e relatou que ela apresentava lesão na cabeça, nariz, lábio superior e além disso, havia manchas de sangue. Ele também informou que o namorado bloqueou o celular da mãe e não deu satisfação à família dela.
Apesar de tudo isso, o corpo da mulher foi velado normalmente, até o velório ser interrompido para que o corpo fosse removido para o DPT em Feira de Santana para ser submetido a exame pericial. O exame vai dizer se ela caiu e se machucou ou se ela foi machucada por alguém. Fonte: Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TERRITÓRIO PROIBIDO: Alô Juca invade área do traficante Buel no bairro Tancredo Neves; veja com exclusividade

Após voltar do Rio de Janeiro, o repórter Marcelo Castro foi até a localidade conhecida como Buracão, no bairro Tancredo Nev...