domingo, janeiro 28, 2024

Pastor é espancado por fiéis após tentar fazer sexo com mulher casada a fim de ‘livrá-la de maus espíritos’

Um pastor foi espancado e expulso da cidade em que residia e pregava, depois de tentar fazer sexo com mulheres casadas. Ele dizia que isso “as exorcizaria dos maus espíritos”. O pregador, identificado como Profeta KBY Nsonyameye, era o líder da Capela Graceland, em Awutu Breku (Gana), de acordo com o site “Modern Ghana”.

A “teologia” de Nsonyameye afirmava que fazer sexo com ele servia como uma forma de limpeza espiritual, “expulsando espíritos malignos dos corpos das fiéis”.

O marido e parentes de uma mulher casada armaram um flagrante e abordaram o pastor, que já estava nu com a vítima, na última segunda-feira (22/1). A fiel lhe havia contado que atravessa problemas no casamento. O líder religioso, então, disse que ela precisava dormir com ele para resolver a situação.

O grupo flagrou o pastor no quarto da fiel, o espancou e o arrastou para fora da casa. Outros residentes de Awutu Breku teriam continuado os espancamentos antes de o banirem da cidade, avisando-o para não regressar.

Nsonyameye foi denunciado à polícia local. Ele já havia sido interrogado pela polícia no ano passado sobre um incidente envolvendo uma menor.
De caras com os feras 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“SAI DAÍ, MULHER”: Pau quebra no Nordeste de Amaralina e deixa moradores tensos

“Sai daí mulher”, gritou uma cidadã para a vizinha, que ficou no meio do fogo cruzado, na manhã desta terça-feira (16/07), no ba...