quinta-feira, fevereiro 01, 2024

Pai deseja condenação de mãe e padrasto de bebê Henry

Investigados pela morte de Henry Sousa de Oliveira, a mãe da vítima, Lucimaria de Sousa Barbosa, e o namorado dela, Wildemar de Carvalho Silva, devem ser condenados. Pelo menos é o que deseja o pai do bebê, de 1 ano e 9 meses. Gerson Darlan de Oliveira deseja que a prisão dos acusados esclareçam as circunstâncias do fato.

“Que sejam condenados e peguem pena máxima. Só eles estavam na casa [no dia em que Henry morreu]”, destacou o indivíduo, de 32 anos de idade.

Caso
Henry foi encontrado morto na casa do namorado da mãe em 19 de janeiro. Segundo o laudo cadavérico, a criança, que é filho de Lucimaria, apresentava lesões pelo corpo e traumatismo crânio-encefálico por ação contundente, uma pancada por exemplo. A dupla foi presa temporariamente nesta quarta-feira (31). 

A mãe alegou que a criança foi dormir na noite anterior sem nenhuma anormalidade. Ainda na madrugada do mesmo dia, ela percebeu que ele estava com a pele fria, boca e extremidades arroxeadas e ausência de batimentos cardíacos, ao trocar a fralda. 

Depois disso, a mulher acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e fez massagem cardíaca na criança, mas não teve sucesso. Minutos depois, Gerson recebeu apenas uma mensagem da ex-namorada comunicando a morte do filho. 
Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“SAI DAÍ, MULHER”: Pau quebra no Nordeste de Amaralina e deixa moradores tensos

“Sai daí mulher”, gritou uma cidadã para a vizinha, que ficou no meio do fogo cruzado, na manhã desta terça-feira (16/07), no ba...