quinta-feira, março 14, 2024

Morto em meio a racha no PCC, líder da facção tem contratos com prefeitura municipal; entenda

Um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), na cidade de Guarujá, em São Paulo, possuía empresas que tinham vínculos com a prefeitura municipal local. Cristiano Lopes da Costa, conhecido como "Meia Folha", foi morto a tiros na última terça-feira (12).
Segundo informações divulgadas pelo portal Metrópoles, ao todo, "Meia Folha" tinha dois contratos com a prefeitura de Guarujá e, segundo informações da gestão municipal, a empresa HC Transporte e Locação Eirelli presta serviços de controlador de acesso de limpeza em unidades de saúde.
Os vínculos dos contratos foram celebrados no ano de 2022 e tinha duração de um ano, mas com possível prorrogação de até cinco. A prefeitura municipal de Guarujá afirma que a empresa venceu licitações relativas decorrentes de prestação dos serviços e, para homologar os respectivos contratos, foram cumpridas inúmeras exigências dentro da lei.

Em nota, a prefeitura se manifestou sobre o assunto envolvendo os contratos das empresas. Confira:

“A Prefeitura de Guarujá informa que, das empresas vencedoras de processos licitatórios no Município, é exigido um rol de documentos, sempre relacionados ao seu CNPJ, no sentido de comprovar a regularidade perante os órgãos competentes. Análises referentes à pessoa física (CPF) de seus responsáveis não constam do rol de exigências legais."
Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SAPEAÇU: Município vai ter a segunda mulher candidata a Prefeita da história

O município de Sapeaçu vai ter mais um mulher candidata nas eleições municipais de 2024, figurando na chapa majoritária. A prim...