segunda-feira, abril 15, 2024

JÚRI POPULAR: PMs serão julgados 13 anos após morte do menino Joel no Nordeste de Amaralina

Um ex-soldado e um tenente da 40ª CIPM acusados da morte do estudante Joel da Conceição Castro no bairro do Nordeste de Amaralina, em 2011, vão a júri popular. O julgamento está previsto para o dia 8 de maio, no Fórum Ruy Barbosa.

Os policias militares foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por homicídio qualificado por motivo torpe e sem chance de defesa da vítima. No dia do crime, Joel que tinha apenas 10 anos se preparava para dormir, quando uma bala invadiu o quarto dele e o atingiu na cabeça.

Nove Policiais da 40ª CIPM foram denunciados no dia 14 de janeiro de 2011 por crime doloso triplamente qualificado. A pena pode chegar até a 40 anos de reclusão.
Alô juca 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedreiro morre ao cair de estrutura de seis metros em Feira de Santana

Um homem morreu, neste sábado (18), após cair de uma altura de cerca de seis metros, enquanto realizava um serviço de pedreiro e...