sábado, maio 25, 2024

Irmã de prefeita é vítima de feminicídio; saiba detalhes

Daniella Di Lorena Pelaes de Almeida (46), irmã da prefeita do município de Pedra Branca do Amapari, no Amapá, Beth Pelaes (União Brasil), foi vítima de feminicídio na madrugada deste sábado, em Brasília (DF). Ela foi morta a facadas pelo ex-companheiro, Janilson Quadros de Almeida (37), que logo após o crime tentou se matar. 
No final da madrugada deste sábado (25/5), Janilson desferiu facadas em Daniela, na região do tórax, e logo depois tentou se suicidar. Ela não resistiu e morreu no local. O ex-companheiro chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital de Base (HBDF), em estado grave. Entretanto, segundo informações da unidade de saúde, ele passa bem e não corre riscos. 
Anderson Aguiar, síndico do condomínio, disse ao portal Metrópoles que o suspeito circulava sempre pelo condomínio, inclusive tinha tag no veículo que autorizava seu acesso e também a senha da fechadura da casa de Daniela. Ele disse ainda que o condomínio não recebeu nenhum aviso relacionado a casos de violência entre os dois. 

Beth Pelaes, irmã da vítima, que também estava em Brasília (para participar da 25ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios), e possui casa no mesmo condomínio onde a irmã foi assassinada, publicou, no instagram, uma mensagem de pesar. 

Vítima e assassino se conheceram em Pedra Branca do Amapari, no Amapá, quando ele trabalhava como seu motorista particular, na prefeitura da cidade. Os dois se casaram e moraram juntos no Distrito Federal por pelo menos dois anos, mas, segundo a Polícia Militar, estavam separados.

Daniela Pelaes trabalhava na Gerência de Operações da Telebras desde março de 2023. 
F. Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão de taxista morto após briga por vaga detalha ocorrido: "Tirou a vida de um pai de família"

Os cidadãos que passavam pelas proximidades do Itaigara, em Salvador, presenciaram uma verdadeira cena de terror, após presencia...