quarta-feira, 26 de julho de 2017

Morre ex-goleiro do Botafogo após ficar um mês internado



O estado do ex-goleiro Max, que passou pelo Botafogo entre os anos de 2002 e 2007, é grave. O ex-atleta de 42 anos está internado há um mês no hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro. Max foi internado com  edema cerebral 20 dias depois de sofrer um acidente em uma tentativa de assalto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele vai passar por exames neurológicos nesta quarta (26) e os médicos não descartam a possibilidade de que a morte cerebral dele seja constatada.
“O Max está internado no CTI do hospital da Lagoa. Está respirando por aparelhos. Ontem foram realizados testes neurológicos, mas ele não mostrou reação. Hoje eles irão realizar mais um teste para ver se houve morte encefálica. Eu estive com ele, mas é como se ele estivesse somente dormindo”, disse a esposa de Max, Marilda Faislon, para o Globo Esporte.
Apesar do acidente, a esposa de Max informou que o estado clínico do goleiro não possui relação com a batida.
Os exames, realizados nesta quarta-feira (26), constataram a morte cerebral do goleiro Max. Além do Botafogo, ele atuou por diversos clubes do futebol brasileiro como America, Bangu, Friburguense, Vila Nova-GO, Itumbiara, Joinville e Boa Esporte. Ele foi revelado pela Portuguesa do Rio de Janeiro.
Fonte:Varela Noticias

tags

0 comentários:

Postar um comentário