domingo, 12 de novembro de 2017

Bahia fica no empate com o Atlético-MG, mas mantém sonho da Libertadores



Em um jogo onde saiu atrás do placar e conseguiu a virada, o Bahia permitiu o empate do Atlético –MG e ficou no 2 a 2 com o adversário, na Arena Fonte Nova. Edigar Junio marcou os dois gols do Tricolor, enquanto Robinho fez os dois do Galo.
Com o resultado, o time baiano perdeu a chance de encostar de vez no G-7, mas manteve o sonho e as chances de conquistar uma vaga na Libertadores. O Esquadrão foi aos 46 pontos ganhos, na nona colocação, a quatro pontos do Flamengo, sétimo colocado com 50.
Agora, os comandados de Paulo Cézar Carpegiani terão mais uma chance de vencer em casa, na próxima quinta-feira (16), contra o Santos.
O JOGO 
O Atlético-MG surpreendeu e abriu o placar logo aos quatro minutos. Valdívia fez belo passe na área para Robinho que tocou na saída de Jean para fazer o primeiro. 
Aos nove minutos, o Galo quase aumentou. Otero chutou forte de fora da área e Jean fez boa defesa para evitar.
Já o Bahia chegou com perigo aos 35 minutos.  Zé Rafael fez belo lançamento para Mendoza, que ficou frente a frente com Victor, mas errou o chute e desperdiçou grande chance.
No segundo tempo, logo aos dois minutos, o Tricolor quase empatou. Mendoza trocou passes com Allione e invadiu a área. O colombiano chutou forte, mas acertou a rede pelo lado de fora. 
Aos seis minutos, o time baiano assustou mais uma vez. Após cobrança de escanteio, Edigar Junio desviou de cabeça e tirou tinta da trave. 
Mas, aos sete minutos, Bremer atingiu Zé Rafael na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Edigar Junio deslocou Victor e empatou a partida. 
E o Tricolor quase virou um minuto depois. Mendoza recebeu passe livre na área, chutou rasteiro e Victor espalmou. No rebote, Juninho completou de primeira e Roger Bernardo se jogou para cortar com o pé.
Aos 18, o Esquadrão não desperdiçou. Juninho cobrou falta na área, Edigar Junio desviou de cabeça e marcou seu segundo gol na partida.
Porém, dez minutos depois, o time mineiro deixou tudo igual. Luan fez belo lançamento para Robinho, que dominou no peito e, sem deixar a bola cair no gramado acertou um belo chute no ângulo de Jean.
Nos minutos finais, as duas equipes tiveram chances de conquistar o triunfo, mas ficaram mesmo no 2 a 2.
Bahia 2 x 2 Atlético-MG
Brasileirão Série A – 34ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), às 17h (de Salvador)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP). Assistentes:  Daniel Paulo Ziolli e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo. Assistentes adicionais: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Vinicius Furlan
Cartões amarelos: Matheus Mancini, Valdívia, Luan (ATM); Zé Rafael (BAH)
Gols: Robinho-2 (ATM); Edigar Junio-2 (BAH)
Bahia
Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior; Allione (Régis), Juninho, Zé Rafael (Vinicius) e Mendoza; Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani
Atlético-MG
Victor; Yago (Marlone), Bremer, Matheus Mancini e Fábio Santos; Roger Bernardo, Elias, Otero (Luan), Valdívia (Gustavo Blanco) e Robinho; Rafael Moura. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Foto: Marcelo Malaquias / EC Bahia

tags

0 comentários:

Postar um comentário