sábado, 16 de dezembro de 2017

Casal é suspeito de morte de taxista que estava desaparecido



O desaparecimento do taxista Alex Cruz Ferreira, de 38 anos, teve, infelizmente, um desfecho trágico. O corpo da vítima, sequestrada por um casal de “passageiros” na tarde de ontem (14/12), foi encontrado na tarde desta sexta-feira (15), em Oitana, uma vila de Canavieiras. Alex foi executado com vários tiros.
Ainda não se sabe os motivos de tamanha violência. Os suspeitos já foram identificados, graças às imagens de câmeras de monitoramento. O casal, segundo a polícia, tem passagens pela delegacia de Porto Seguro. Alex trabalhava na Avenida Dr. João Vargens, no centro de Camacan. O táxi, um Prisma prata, de placa PJI-7649, ainda não foi localizado. Quem tiver informações sobre o paradeiro do casal, pode ligar para 190 ou 197 da polícia, e também para os telefones (73) 999413008 e (73) 982122627.
O taxista da cidade de Camacan, Alex Cruz Ferreira, de 38 anos, desapareceu após uma corrida para Canavieiras, cidades do sul da Bahia, na tarde de quinta-feira (14). Segundo a polícia, a família informou o desaparecimento do motorista nesta sexta-feira (15). A última corrida de Alex foi para transportar um casal. O cunhado do taxista, identificado como Carlos, contou à polícia que a passageira estava grávida. Ainda conforme informou a polícia, os dois passageiros já foram identificados, mas ainda não foram localizados.
As informações são do G1 Bahia e Verdinho Itabuna

tags

0 comentários:

Postar um comentário