sábado, maio 25, 2024

Mulher é presa pela PM suspeita de ter atacado jovem com ácido no Paraná

Uma mulher foi presa pela Polícia Militar suspeita de ter sido a responsável de ter atacado com ácido Isabelly Ferreira, de 23 anos, quando a jovem voltava de academia na tarde desta quarta-feira, 23, no município de Jacarezinho. Segundo a Polícia Civil, as investigações apontam que a motivação do crime está ligada a ciúmes por parte da suspeita relacionado ao ex-marido e a vítima.
Ao Terra, a PM informou que por volta das 5h desta sexta-feira, 24, os policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência em que uma mulher estaria pedindo por socorro no pátio de um hotel em Jacarezinho.
Chegando no local, os policiais a localizaram e ela relatou que estava sendo perseguida por quatro homens e que não sabia o motivo. Além disso, afirmou que estava escondida em um matagal próximo desde quarta-feira a tarde.
De acordo com a Polícia Militar, as afirmações da mulher geraram desconfiança nos policiais devido ao dia e horário em que havia se escondido ser compatível com o ataque à jovem, além dela estar em um local próximo de onde ocorreu o crime.


Ainda segundo a PM, ao ser questionada se teria alguma participação no crime, a mulher confessou a autoria e relatou que a motivação seria ciúmes, alegando que a vítima teve uma relação com seu ex-companheiro. Ela também alegou aos policiais que a substância utilizada era uma mistura de soda cáustica com água.

A suspeita trazia consigo uma calça, que, segundo ela teria sido utilizada no momento do crime, e um celular. Questionada sobre uma peruca, que segundo informações da Polícia Civil ela estaria usando no momento do crime, ela informou aos policiais militares que teria jogado o objeto no matagal. Os policiais realizaram buscas no local, no entanto, não foi possível localizá-la.
A mulher foi detida e encaminhada para a Delegacia de Polícia de Jacarezinho. Em nota, a Polícia Civil do Paraná informou que, na delegacia, ela foi ouvida e, durante a oitiva, confessou o crime. Após diligências, a PCPR solicitou o mandado de prisão que foi expedido e cumprido na manhã desta sexta. 

Ataque com ácido
O momento da agressão contra Isabelly foi registrado por câmeras de um circuito de segurança. No vídeo, é possível ver a moça desesperada, demonstrando dor e pedindo ajuda para dois homens que estavam na calçada.

O ataque aconteceu na Alameda Padre Magno e o barbeiro Décio Silva ajudou a jovem. "Eu peguei a menina, coloquei no carro e levei ela no hospital. Ela não conseguia falar nada. Não conheço ela, mas espero que ela se recupere. Se Deus quiser, ela vai sair dessa", disse ele em entrevista à RPC, afiliada da TV Globo.

A vítima foi levada ao Hospital Universitário de Londrina, onde foi entubada em estado grave com ferimentos no rosto, peito e boca, sinalizando uma possível ingestão do líquido.
Copos e sacolas, encontrados na rua da ação, foram encaminhados às autoridades. Nesta quinta-feira, 23, a Polícia Civil do Paraná chegou a divulgar imagens da suspeita para auxiliar na identificação da autoria do crime. 
F. Terra 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem é executado dentro de casa no bairro Campo Limpo

Rodrigo Lima da Silva, de 32 anos, foi assassinado a tiros na tarde desta sexta-feira (21), na rua Valdeí Pereira, no conjunto J...