segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Rodrigo toma bronca em campo e deixa estádio da Ponte às pressas após expulsão


Rodrigo toma bronca em campo e deixa estádio da Ponte às pressas após expulsão 

O zagueiro Rodrigo foi o personagem central da partida que decretou o rebaixamento da Ponte Preta no Brasileirão. Ao ser expulso por "dedadas" em Tréllez quando a Macaca vencia por 2 a 0, aos 18 minutos do primeiro tempo, o veterano permitiu a reação do Vitória, que virou para 3 a 2.
A atitude do capitão alvinegro revoltou companheiros de time e esquentou o clima internamente.
Ainda em campo, Luan Peres, que flagrou o lance, foi tirar satisfação com Rodrigo (assista abaixo). Pelas imagens, é possível ver o camisa 4 condenando o parceiro de zaga: "Você está de palhaçada, vai tomar no c...", diz Luan, com o dedo em riste, enquanto Rodrigo tentava se defender e passava por injustiçado, perguntando o que tinha feito.
A bronca é usada pelo árbitro Ricardo Marques como argumento diante da reclamação de outros pontepretanos. O juiz aponta para Luan para respaldar sua decisão de aplicar cartão vermelho direto.
A partir da reação de Luan Peres, outros jogadores também deixam de tentar defender Rodrigo. O meia Danilo Barcelos é outro que fica revoltado com o camisa 3 e o critica diretamente.
Até por precaução, para evitar uma confusão generalizada no vestiário durante o intervalo, tamanha a indignação de alguns atletas, Rodrigo foi orientado a deixar o Majestoso antes do fim do primeiro tempo. E assim o fez, pegando estrada rumo a Sorocaba, onde tem residência.
Após a partida, o presidente Vanderlei Pereira condenou a atitude de Rodrigo, classificando a expulsão como "infantil".
Até as 12h desta segunda-feira, a súmula da partida ainda não havia sido publicada pela CBF. A partida foi encerrada aos 36 minutos do segundo depois de uma invasão em campo. Com risco de agressão, os jogadores precisaram correr para o vestiário. Sem garantias de segurança, o árbitro Ricardo Marques decidiu pelo fim da partida após 50 minutos de paralisação.
GE

tags

0 comentários:

Postar um comentário